Siga nossas redes sociais
O que está procurando?

Itinerante em Ação 2017

O projeto Assembleia Itinerante em Ação tem como finalidade ofertar gratuitamente para a população de Mato Grosso serviços essenciais na área de saúde e cidadania com o intuito de promover a equidade de acesso a serviços essenciais para a população no interior do estado, bem como promover a aproximação de prefeitos, gestores, vereadores e lideranças comunitárias com o legislativo estadual para a formulação e fortalecimento de políticas públicas que atendam as demandas municipais.


Para isso, está estruturado em três frente de ações: (i) mutirão social, (ii) audiência pública e sessão especial e (iii) curso de capacitação, essas ações atendem a diferente públicos e estão alinhados com as metas dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS/ONU).

Projeto: Assembleia Itinerante em Ação 

Período: Maio a dezembro de 2017

Financiador: Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Tipo de financiamento: Convênio

Programa: AL Itinerante

Parceiros: Prefeitura Municipal de Campo Verde, Barra do Bugres, São José do Rio Claro, Rosário Oeste e Araputanga.

Municípios
Atendimentos
Exames
cursistas

Municípios contemplados

Pólo Campo Verde – (1) Campo Verde, (2) Chapada dos Guimarães, (3) Dom Aquino, (4) Jaciara, (5) Juscimeira, (6) Paranatinga e (7) Planalto da Serra;

Pólo Barra do Bugres – (8) Barra do Bugres, (9) Nova Olímpia, (10) Porto Estrela, (11) Denise;

Pólo São José do Rio Claro– (12)  São José do Rio Claro, (13) Nova Mutum, (14) Nova Maringá, (15) Distrito de Brianorte;

Pólo Rosário Oeste – (16) Rosário Oeste, (17) Nobres, (18) Acorizal; 

Pólo Araputanga – (20) Araputanga, (21) São José do Quatro Marcos, (22) Figueirópolis, (23) Indiavaí.

Atendimentos por tipo de serviço

Percentual de atendimentos por sexo e atividade

Perfil dos participantes

Do público atendido no mutirão, 64% são mulheres e 35% homens; 38% buscam atendimentos para os filhos menores 18 anos; 39% está desempregado e 37% trabalha informalmente e apenas 16% tem carteira assinada; 45% recebe menos de 1SM por mês; 30% recebe Bolsa Família.


Dos professores e agentes de saúde que trabalham na rede municipal e participaram do Curso de Capacitação em Direitos das Crianças, 90% dos participantes são mulheres, 65% são professores;,  35% dos participantes são agentes de saúde, 63% tem de 30 a 50 anos.

Fonte: Os dados acima apresentados foram coletados a partir de credenciamento digital para atendimento no mutirão, pesquisa de perfil sócio-econômico, fichas de inscrição e relatório de exames laboratoriais.