Siga nossas redes sociais
O que está procurando?

Assembleia Itinerante encerra atividades superando 15 mil atendimentos em 2017

JOSÉ LUIS LARANJA / Secretaria de Comunicação 


A região de Araputanga recebeu a 12ª edição do programa, a última deste ano


O programa Assembleia Itinerante encerrou as atividades de 2017 com mais de 15 mil atendimentos à cidadania mato-grossense nas doze edições realizadas. A última etapa deste ano aconteceu no final de semana no município de Araputanga (distante 340 quilômetros de Cuiabá). Segundo o Secretário de Finanças da assembleia Ricardo Adriane todas as edições do programa foram bastante concorridas em todos os municípios atendidos. Adriane destacou a importância desse intercâmbio entre a casa de leis e a população de Mato Grosso.


Com o propósito de estar mais próxima do cidadão, a Assembleia Legislativa busca valorizar o social com serviços oferecidos nas áreas de saúde (atendimentos e consultas médicas), beleza (tratamento), cidadania (emissão de documentos), palestras (voltadas ao bem-estar infantil), lazer (crianças), orientação (Defensoria Pública e Procon) e informações gerais.


“O Assembleia Itinerante é um sucesso total, levando cidadania, sugestões e ouvindo propostas das lideranças políticas do interior. Araputanga foi um exemplo das atividades, pois se trata de um município de uma região marcante economicamente para Mato Grosso, além das belezas naturais, e que recebeu o trabalho de cidadania”, apontou o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (PSB).


Em Araputanga, os atendimentos começaram logo pela manhã com o mutirão da cidadania, na Escola Municipal Rodolfo Trechaud Curvo, no bairro São Sebastião. O coordenador do Assembleia Itinerante, Amarildo Monteiro, destacou a importância do evento para a população da região.


“O acontecimento atendeu as prioridades da população de Araputanga, em destaque para a parte social, com serviços de qualidade. Estamos muito satisfeitos e com o dever cumprido de realizarmos mais uma etapa do Assembleia”, afirma Monteiro.


Conforme a programação e paralelo ao mutirão da cidadania (emissão de documentos e consultas e exames médicos), também pela manhã, das 7h às 17h, aconteceu o curso de capacitação para agentes de saúde e educação infantil, no auditório da Escola Estadual João Sato, no Centro.


O curso de capacitação em direitos das crianças é voltado para os agentes de saúde e profissionais da educação infantil. Tem como meta beneficiar as práticas pedagógicas e de saúde no cuidado com as crianças, qualificando os profissionais, melhorando o diálogo, utilizando linguagens que permitam acolhimento e vivências mais adequadas as práticas de saúde e educacionais.


Com os agentes de saúde, o intuito é melhorar as práticas do setor, no que se refere aos bons hábitos alimentares, saúde corporal e bucal, exercícios físicos e brincadeiras que permitam o desenvolvimento.


“É uma forma de fazer política muito positiva. Isso demonstra para toda a sociedade de Araputanga e região a mudança de trabalhar em prol das famílias carentes. Parabenizo a Assembleia pela maneira de como conduzir iniciativa de ações sociais, um exemplo de trabalho diferente”, afirmou o prefeito de Araputanga, Joel Marins (PSB).


O deputado Guilherme Maluf (PSDB) falou que o projeto tem alguns objetivos principais, em especial atender a população, mas também tirar os deputados da sede administrativa e conhecer de perto a realidade dos problemas municipais, vendo onde faltam as demandas sociais, com sugestões e críticas, ou seja, indo ao encontro da sociedade.


“Em muitas vezes o cidadão comum não tem como ir ao encontro com os deputados, e boa parte deles votou nesses parlamentares e não tem aproximação, então essa iniciativa é para ouvir a realidade e buscar alternativas de atender as pessoas”, enfatizou Maluf.


Na oportunidade, várias pessoas procuraram o departamento de saúde para atendimento médico. Este foi o caso da senhora Maria Aparecida Vieira, 78 anos, doméstica e residente na zona rural de Araputanga.


Ela aproveitou para realizar exames de cardiologia e também tirar o registro geral (RG). “Há anos que desejava ter o documento, mas a falta de tempo e a distância da cidade me dificultavam de confeccionar o RG. Aproveitei a visita na casa de minha filha e vim tirar o documento. Estou muito contente com essa oportunidade da Assembleia”, explicou ela.


Outro exemplo foi o da aposentada Duzinha dos Reis, de 102 anos, que  consultou com o oftalmologista. Ela mora em Araputanga desde 1981 e nunca teve interesse em ir ao médico, mas aproveitou a ocasião e a proximidade dos serviços. “É muito bom porque atende rápido e fica perto de casa. Gostei do atendimento que recebi”, falou.


Na sequência, as lideranças da região se reuniram com os deputados estaduais, das 16h às 18h, na Câmara Municipal de Araputanga, no Centro, para debater ações para a região. Nesse mesmo local, foi realizada uma  sessão especial para homenagear personalidades com a entrega de 90 moções de aplausos.